segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Sobre os e-books

Devido a uma inesperada promoção de trabalho, os e-books serão editados e lançados posteriormente em uma nova versão, trazendo grandes novidades do mundo científico.

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

"Fora da Caixa"


Estava escrevendo minha próxima novela onde abordo basicamente a distopia e o pensamento “fora da caixa” e parei para refletir, pois senti que havia uma incoerência no próprio termo.
A quebra dos padrões impostos, regionais, religiosos e culturais, só existe porque temos uma individualidade e esta nos leva a outra cultura, crença e região. Pesquisei em minhas lembranças se já tinha visto alguém defender algo realmente novo e a resposta foi não. Mesmo eu, que fui criada no patriarquismo, busco e me refugio nos conselhos dos sábios antigos do Oriente. Fujo desta caixa e entro na outra, como assim? Respeito ao meu indivíduo! Sinto-me bem com esta forma de pensar e me identifico, portanto, não preciso negar tudo o que existe, mas apenas estar em meu cantinho, minha casa interna, em minha companhia e com a satisfação de sentir paz.
Jantei com minha amiga e esta me questionou porque não divulgo minhas publicações antigas, pois isso me traria reconhecimento. Não, não traria. Eu vivo em um processo de eterna reciclagem, me refaço a cada nova idéia, estou aberta ao novo e permito que meus pensamentos corram livres de passado, lembranças ou ensinos. Eu não quero ser reconhecida por número de publicações, mas quero apenas compartilhar meus pensamentos, teorias e idéias para que possamos refletir juntos os mistérios da vida.
É uma forma de união de almas.
A distopia já não é uma ficção catastrófica que prevê o que acontecerá ha 20 anos, estamos vivendo ela. Vivemos a era das pessoas alienadas, solitárias, deprimidas, ansiosas, sem perspectiva e sonhos para o futuro; Também de grandes pensamentos e um grande desejo de mudanças, em especial social. E no que este presente resultará?
Existem inúmeras teorias de intervenções, de fim de mundo, de Nova Era, porém tenho minha própria teoria: cansados desta solidão e briga por verdades, acredito que nos uniremos; porém desta vez, agrupados não por imposições religiosas ou culturais, mas por ideais.
#pensamento #foradacaixa 

Livre Pensamento

Sábado, noite do flashback. Eu estava no centro da pista banhada pelas luzes e envolvida pelo som:

“Acima dos velhos vulcões, deslize as asas sobre o tapete do vento, viaje eternamente! 
O tempo realmente não existe. Naquele momento me transportei para os anos 80, as pessoas ao meu redor se tornaram apenas um cenário e voltei a sentir a inocência de viver como se não houvesse amanhã.
Houve um tempo em que me importava com o que os outros pensavam a meu respeito, me incomodava ser comparada e incompreendida; percebia que não me conheciam realmente.
Vemos o mundo pela projeção de nossa percepção, conhecimento e nosso próprio ‘eu’.
Olhava fixamente para o globo de espelhos refletindo as luzes dos lasers, será que Einstein pensou no multiverso numa pista de dança?
Hoje vivo assim, escolho as cores, formas e sons que me agradam. O mundo La fora acontece à sua maneira e não posso controlá-lo. Minha felicidade e sentido de vida estão aqui e dependem unicamente dos meus movimentos, por eles sou responsável, posso criá-los livremente, isso é libertador!
Já não importa o que pensam, importa como me vejo e com o que contribuo. Posso levar alegria, leveza e beleza, inspirando os que estão ao meu redor. E me admiro pelo meu poder.
Olhei para meu acompanhante sentado distante com seu copo, meus verdadeiros companheiros eram os anônimos que estavam na pista comigo.
Tirei o salto, ergui os braços e girei; a echarpe voava com o vento: “Viaje, e jamais retorne!”

 Das nuvens aos pântanos, do vento da Espanha à chuva do equador, viaje. 
Voe nas alturas. acima das capitais, das idéias fatais. olhe o oceano. 
Viaje, mais longe que a noite e o dia viaje. 
No espaço inaudito do amor, viaje" Desireless.

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Não Tire o Batom!


#relaçãoabusiva #relacionamentos #violência #auto-amor #NãoTireoBatomVermelho